Móbil
________________________________________

Ao desenvolver fotograficamente um conjunto de 60 imagens dirijo ao espectador a intenção de o envolver num percurso, sugestionando a sua capacidade de o percorrer e explorar a própria noção de espacialidade. Apela-se a sua capacidade de se projetar no espaço sem o percorrer, em que um olhar atento identifica novas combinatórias arquitetónicas possíveis, confrontando a perceção do espaço fotografado com o espaço visionado.
Não se limita conhecer sem envolver, mas sim emergir no todo a partir de fragmentos dados, num jogo de imagens que permite explorar o teatro, através de uma inter-relação entre a sua singularidade e a subjetividade de quem dele usufrui.

Esta proposta pretende explorar o teatro como um sitio de relações distintas, entre a arquitectura e o observador, aqueles que o utilizam/frequentam. O percurso é registado através de imagens onde se valoriza a pluralidade e a desconstrução do individuo com o espaço e o sentido da imaginação para a fisicalidade com a capacidade de se projectarem no espaço sem se deslocarem nele.

Escola Informal de Fotografia do Espetáculo - coordenação de Susana Paiva.
Setembro | 2012 a Julho | 2013 - TAGV | Coimbra

Escola Informal de Fotografia
Móbil - TAGV | Coimbra : Escola Informal de Fotografia

Escola Informal de Fotografia
Móbil - TAGV | Coimbra : Escola Informal de Fotografia

Escola Informal de Fotografia
Móbil - TAGV | Coimbra : Escola Informal de Fotografia